Dinheiro em Ação

Shoppings iniciam recuperação

Crédito: Gustavo Diniz

Apesar da alta do custo de ocupação e dos juros limitando aberturas de novos empreendimentos, o setor de shopping centers vem se recuperando. No primeiro trimestre deste ano, o segmento registrou aumento de 34,8% nas vendas, de acordo com o balanço trimestral da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Em termos reais, descontada a inflação, a alta foi de 22,2%. Foi o primeiro resultado positivo dos shoppings desde 2019, quando as vendas cresceram 8,5%. Atingidos pelo fechamento do comércio devido à pandemia, nos anos seguintes os shoppings acumularam baixas de 9,1%, entre janeiro e março de 2020, e de 25,9% em 2021. Agora, o fluxo de pessoas em seus corredores continua aumentando, apesar da perda do poder de compra causado pela inflação. O aumento da circulação de clientes foi de 22,3% em janeiro, 24,2% em fevereiro e 153% em março. O salto deveu-se à base deprimida de 2021. O tíquete médio, porém, recuou 7,6% no trimestre ante igual período de 2021.

SERVIÇOS FINANCEIROS
BTG e Oi vão oferecer crédito a PMEs

O BTG Pactual e o que sobrou da Oi após a venda das operações de telefonia móvel vão oferecer contas correntes gratuitas e também vão emprestar dinheiro para pequenas e médias empresas. As ofertas destinam-se às empresas que são clientes da operadora em internet e fibra ótica. O acordo inclui linhas como antecipação de recebíveis de cartão e capital de giro. Pela parceria, a Oi vai usar sua capacidade de conexão com a base de clientes para distribuir os produtos do BTG, que quer crescer nesse segmento de mercado.

PAGAMENTOS
Mudanças no controle da Stone 

A processadora de pagamentos Stone anunciou na terça-feira (31) que submeterá ao Banco Central (BC) mudanças no controle acionário e na governança da empresa. A meta é que nenhum acionista tenha mais de 50% dos votos, incluindo os dois fundadores, André Street e Eduardo Pontes. A decisão segue-se à saída de Pontes do Conselho de Administração da Stone, e visa converter suas ações de classe B (com direito a dez votos) em ações de classe A (com direito a um voto). A companhia passa por reestruturação.

MEDICAMENTOS
Hypera assina acordo de leniência

Depois de meses de negociação, a Hypera fechou um acordo de leniência com a União. Executivos da empresa eram acusados de ter feito pagamentos indevidos a políticos. No entanto, as investigações não comprovaram que a empresa foi beneficiada. O acordo inclui uma multa de R$ 110 milhões, valor inferior ao esperado pelo mercado. Com a retirada do risco jurídico, as ações da Hypera subiram 8,2% no dia do anúncio. A perspectiva dos analistas é de que as aquisições recentes da empresa deverão garantir bons resultados.

SAÚDE
SulAmérica conclui aquisição da Sompo

A SulAmérica concluiu na terça-feira (31) a aquisição da Sompo Saúde, anunciada em 30 de dezembro de 2021, por R$ 217 milhões. A compra reforça o posicionamento estratégico da seguradora e amplia sua participação na região metropolitana de São Paulo. Com a conclusão, o Grupo SulAmérica passa a ter mais 116 mil beneficiários na região. Em fevereiro, a SulAmérica foi comprada pelo grupo hospitalar Rede D’Or, num processo de consolidação do setor de saúde que vem sendo acelerado após a pandemia.

DESTAQUE NO PREGÃO
Banrisul cresce com consignado e agronegócio 

David Pires

O avanço nos empréstimos consignados e no financiamento ao agronegócio foram os vetores para o crescimento da carteira de crédito do banco estatal gaúcho Banrisul no primeiro trimestre. Em 31 de março, o total de financiamentos era de R$ 42,4 bilhões, crescimento de 15% em relação ao mesmo período do ano anterior. Na comparação com o quarto trimestre de 2021, a alta foi de 3,3%. Tratando das carteiras específicas, o total de empréstimos consignados encerrou o primeiro trimestre em R$ 18,9 bilhões, avanço de 11,4% em 12 meses. O total de empréstimos ao agronegócio avançou 44,6% em relação ao primeiro trimestre de 2021, para um total de R$ 5 bilhões. Do lado das despesas, a instituição presidida por Cláudio Coutinho gastou R$ 480,6 milhões com pessoal, crescimento anual de apenas 0,4%, apesar de a inflação acumulada nos 12 meses até março superar 11%.