Política

‘Setores do governo testam os limites democráticos’ diz presidente da OAB


O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, afirmou nesta sexta-feira, 17, que os “setores do governo testam há meses os limites democráticos”, “flertam com as ditaduras de hoje e do passado”, e que o secretário de Cultura, Roberto Alvim “ultrapassou todos os limites ao optar pela clara e aberta apologia ideológica do regime nazista”. Em vídeo no que anuncia o Prêmio Nacional das Artes, Alvim, citou textualmente trechos de um discurso do ideólogo nazista Joseph Goebbels.

A posição foi defendida em nota após a repercussão gerada pela gravação divulgada por Alvim. O presidente da entidade dos advogados indicou ainda que o secretário deveria ser afastado, “sob pena de o governo brasileiro se enquadrar internacionalmente como inimigo da democracia e da civilização”. “Os milhões de cadáveres das vítimas do autoritarismo nos cobram imediata e firme reação”, apontou.