Economia

Setor aéreo enfrenta grave crise de liquidez, diz diretor da Iata

O diretor geral da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês), Alexandre de Juniac, defendeu que o setor está passando por uma grave crise de liquidez por causa do coronavírus e pediu apoio dos governos no mundo. “Enfrentamos grave crise de liquidez. Os governos precisam agir urgentemente e com medidas profundas”, afirmou Juniac.

Apesar do pedido, Juniac apontou que o setor tem conquistado vitórias importantes nos últimos dias. “Pedimos aos governos por medidas extraordinárias. Muitos estão respondendo positivamente. Devemos ter decisões positivas sobre a questão dos slots”, afirmou, durante conferência com jornalistas, na manhã desta terça-feira, 17.

Recentemente, a Comissão Europeia (EU) garantiu a suspensão temporária da obrigatoriedade do uso dos slots nos aeroportos até junho. A Iata já afirmou que o prazo seria curto e demandou que o período fosse prorrogado até outubro.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) também adotou medida (waiver) que abona o cancelamento de slots do cálculo do índice de regularidade para a obtenção de direitos históricos pelas companhias aéreas.

No caso da Anac, o waiver é válido até o final da temporada Verão 2020 (S20), ou seja, 24 de outubro de 2020.

A regularidade dos voos é um dos pontos centrais para que empresas não percam o direito de usar o slot. Com a pandemia, muitos voos tendem a ser cancelados, o que colocaria em xeque o direito das aéreas sem a revisão.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança