Giro

Servidor que voltar do exterior fará trabalho remoto por 7 dias

A Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital editou Instrução Normativa para orientar que os servidores e empregados públicos que realizarem viagens internacionais, a serviço ou privada, mesmo que não apresentem sintomas associados ao novo coronavírus, deverão executar suas atividades remotamente até o sétimo dia contado da data do seu retorno ao País.

A regra foi adicionada à IN anterior, que foi publicada ontem, que estabelece as orientações aos órgãos da administração pública federal quanto às medidas de proteção para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do coronavírus. A regra determinava apenas que servidores que voltassem de viagens internacionais com sintomas da doença fizessem o trabalho remoto até o 14º dia do seu retorno ao País.

A nova IN está publicada em edição extra do Diário Oficial da União que circula nesta sexta-feira.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel