Giro

Servidor público: avaliação de desempenho envolverá metas, aponta Secretaria de Gestão

Crédito: EDU ANDRADE/Ascom/ME

A reforma administrativa é promessa do ministro Paulo Guedes, mas ainda não possui data pra ir ao Congresso (Crédito: EDU ANDRADE/Ascom/ME)

Em produção no Ministério da Economia, o texto da Reforma Administrativa é uma das promessas do governo federal para reorganizar o Estado brasileiro. Longe de virar projeto, no entanto, o que se sabe até o momento é que a pasta deve implementar um sistema de avaliação de desempenho dos servidores públicos, tendo como base metas a serem batidas.

Segundo a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério, a decisão de desligar o funcionário público que não cumprir suas metas será o último dos recursos. Em nota ao portal O Dia, a secretaria indicou que a perda do cargo só ocorrerá em casos de “desempenho insuficiente” e não por um único período de avaliação.



+ Líder da vacina de Oxford diz que variante Delta será dominante e defende imunização

A pasta não sinalizou quais serão esses critérios, mas adiantou que elas serão feitas com base em pontos objetivos e definidos previamente para dar segurança ao funcionalismo público. Será seguido um padrão adotado em benchmarkings nacionais e internacionais, ressalta o órgão.

Para os funcionários que não atenderem as demandas impostas, será dado direito ao contraditório e ampla defesa.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia