Economia

Serviços operam 9,1% abaixo do pico registrado em novembro de 2014

O setor de serviços mostrou recuperação nos últimos meses, mas permanece distante do pico alcançado anos atrás. Em junho de 2021, os serviços ainda operavam 9,1% abaixo do ponto mais alto registrado em novembro de 2014. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os Serviços prestados às famílias estavam 32,0% abaixo do pico de outubro de 2013, enquanto os serviços de informação e comunicação operam no patamar mais elevado da série histórica.

Os Serviços profissionais, administrativos e complementares estavam 20,5% abaixo do ápice de setembro de 2014, e os Transportes funcionavam 7,0% aquém do pico de fevereiro de 2014.

O segmento de Outros serviços estava 4,7% abaixo do auge de agosto de 2011.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km