Economia

Senado aprova emenda e abre espaço para tabelamento permanente de juros do cartão

Os senadores aprovaram uma emenda abrindo espaço para o tabelamento permanente dos juros em operações de crédito com cartões. A medida prevê que o Conselho Monetário Nacional (CMN) regule o limite de juros no cartão, assim como fez com o cheque especial, para o período após a calamidade pública, que termina em 31 de dezembro deste ano.

A emenda, proposta pela bancada do PT, foi aprovada dentro do projeto que limita as taxas do cartão e do cheque especial a 30% ao ano durante o período de calamidade pública pela covid-19, atualmente válida entre 20 de março e 31 de dezembro deste ano. A limitação dependerá ainda de votação na Câmara e, se passar, de sanção presidencial.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?