Semeando o futuro da conservação ambiental

Semeando o futuro da conservação ambiental

Os meses de dezembro e janeiro são atípicos para o Parque das Neblinas, reserva da Mata Atlântica localizada entre Mogi das Cruzes e Bertioga, em São Paulo. Isso porque o Instituto Ecofuturo, organização social sem fins lucrativos mantida pela Suzano, costuma preencher o espaço de 6 mil hectares de floresta e rios com estudantes durante todo o ano letivo. No local, são desenvolvidas atividades de educação ambiental, pesquisa científica, ecoturismo, manejo e restauração florestal. E essa é uma soma dos dois mundos trabalhados pela ONG, que ainda coordena o projeto Biblioteca Comunitária Ecofuturo. Já são 113 bibliotecas implantadas em escolas públicas de 12 Estados do País. “Sustentabilidade não se faz apenas com a questão ambiental. Você precisa ter uma sociedade engajada, com pessoas críticas. Por isso, temos o projeto de incentivo à leitura”, diz Paulo Groke, diretor de sustentabilidade do Ecofuturo.

(Nota publicada na Edição 1103 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Menos agroquímicos, mais segurança

Produtora de defensivos agrícolas, a Ihara anuncia mais de R$ 4 milhões em projetos de sustentabilidade para 2021. O recurso será usado em duas frentes principais: o projeto Cultivida, que já passou por mais de 20 municípios estimulando a adoção de boas práticas e o uso correto de agroquímicos nas lavouras, e para o apoio […]

Estímulo às compras públicas sustentáveis

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) levantou de vez a bandeira da economia circular. A decisão foi embasada em pesquisa que constatou que, embora 70% das empresas pesquisadas nunca tenham ouvido falar do tema, 76,4% já adotam alguma prática do modelo e 73% acreditam que a cooperação entre governo, indústrias e consumidores deve ser promovida […]

Contaminação de aldeia indígena

Estudo realizado pela Fiocruz em parceria com o WWF-Brasil traz um alerta importante: o povo indígena Munduruku está sofrendo com o impacto do mercúrio usado largamente em atividade de garimpo na região do rio Tapajós (PA). De cada 10 indivíduos examinados, seis apresentaram níveis de mercúrio acima de 6µg.g-1, que é o limite máximo de […]

Em defesa da Araucária

Com risco de ser extinta até 2070, a Araucária, árvore-simbolo da região Sul do Brasil, ganhou um reforço para sua proteção. O projeto Conexão Araucária incentiva produtores rurais a cultivarem a espécie. A destruição de seu habitat – atualmente já reduzido em 90% –, o aquecimento global, o constante desrespeito à legislação que estabelece regras […]

Uma década para restaurar ecossistemas

Há um mês para o início da nova década, grandes nomes que atuam em prol da conservação da biodiversidade se reuniram no Summit 2021-2031 para debater os impactos da extinção de espécies e da mudança climática, bem como estratégias para restaurar o planeta. “Se, há um ano, falávamos em conservação, os últimos fatos, como os […]

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.