Economia

Sem insumo que dá “gás” ao produto, fábricas de refrigerante freiam produção

Crédito: Lernestorod/Pixabay

Fabricantes de refrigerante enfrentam falta de fornecimento de CO2 (Crédito: Lernestorod/Pixabay)



Desde o início de março, fabricantes regionais de refrigerante enfrentam a falta de fornecimento de CO2 (dióxido de carbono) para a produção da bebida. Várias pequenas indústrias interromperam ou reduziram o ritmo de produção por conta da escassez do insumo que é insubstituível e responsável pelas borbulhas no refrigerante.

Segundo o presidente da Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil (Afrebras), Fernando Rodrigues de Bairros, o problema começou quando a White Martins interrompeu a entrega de CO2 para as pequenas empresas.

ONU ainda não vê acordo sobre embarques de alimentos na Ucrânia para amenizar crise

Choque de commodities ajuda exportação, mas cria problema social, diz Campos Neto




“Simplesmente eles mandaram um comunicado dizendo que, por motivos de força maior, liberavam a compra do contrato de exclusividade. Como é possível achar outro fornecedor de CO2 no mercado da noite para o dia?”, questiona. O executivo diz que a multinacional brasileira é a maior produtora de CO2 para o setor. Sem o CO2, não é possível fazer refrigerante e a bebida vira um xarope.

“É a primeira vez que temos crise de CO2”, conta a Dayane Titon, diretora da Bebidas Grassi, de Tubarão (SC). Há 25 anos no mercado, a empresa produz refrigerante com a marca Capricho, vendido no Estado, e o energético Baly, comercializado nacionalmente.

Desde que teve o fornecimento do insumo interrompido, a fábrica está operando com metade da capacidade de produção. A empresa viu suas vendas caírem 50%. Sem matéria prima, a companhia deu férias para 40% dos funcionários nos últimos dois meses.


A diretora conta que foi ao mercado para comprar CO2 de fornecedores regionais e encontrou vários obstáculos. Além de os pequenos não terem capacidade para atender à demanda pelo insumo no volume necessário, o preço do CO2 explodiu. Pelo quilo de CO2, que ela pagava R$ 1,50, chegou a desembolsar até R$ 30. A executiva diz que não consegue repassar a alta de custo do insumo para o preço dos produtos. “Estou tendo prejuízo.”

Investigação

Nas contas da Afrebras, entre 15 a 20 associados que têm contrato de exclusividade de fornecimento de CO2 com a White Martins enfrentam problemas. Quando começaram as reclamações, Bairros conta que a entidade fez uma investigação e constatou que a White Martins manteve o fornecimento do insumo para as grandes fabricantes de refrigerantes em detrimento dos pequenos.

A investigação faz parte do pedido de abertura de inquérito contra White Martins para apurar crimes contra a ordem econômica, protocolado pelo deputado Enio Verri (PT-PR) em meados deste mês, no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). As pequenas fabricantes de refrigerantes acusam a multinacional de selecionar clientes para a entrega da matéria-prima.

“No Brasil, o mercado de bebidas é concentrado em todos os sentidos: do início da cadeia produtiva até o final”, diz Bairros. Segundo ele, são três fornecedores de CO2 (White Martins, Air Liquide e Messer Gases), três fabricantes de embalagens de vidro, dois fabricantes de resinas e 99% da produção de ácido cítrico estão nas mãos de duas indústrias. As 100 indústrias associadas à Afrebras respondem 10% da produção ou um bilhão de litros de refrigerantes.

Fornecedores

A White Martins informa, por meio de nota, que seus clientes estão sendo abastecidos com CO2 em todo o Brasil, com restrições em algumas localidades específicas. “Diante do cenário da falta da matéria-prima para a produção de CO2, gerado pela parada de manutenção da empresa que fornece CO2 bruto à planta de produção da White Martins, localizada em Cubatão (SP), a empresa continua trabalhando arduamente para manter o suprimento a todos os seus clientes, independentemente do porte”, diz o comunicado.

Segundo a empresa, a situação voltará à normalidade assim que receber a matéria-prima dessa fonte. A expectativa é que isso aconteça nos próximos dias. Também acrescenta que seus clientes foram avisados antecipadamente de que poderia haver restrições temporárias no suprimento de CO2 em função da falta da matéria-prima.

O comunicado ressalta ainda que “está empreendendo todos os esforços para manter o fornecimento aos seus clientes, independentemente do seu porte, trazendo o produto da Argentina, Bolívia, Colômbia e Estados Unidos, além da transferência do CO2 de outras plantas da empresa na Bahia e em Minas Gerais”.

Procurada, a Air Liquide informa, por meio de sua assessoria, que não está afetada pela falta de insumo. Acrescenta que “mantém o fornecimento a seus clientes, pois possui unidades produtoras em diferentes localidades, o que lhe permite garantir suas entregas com segurança e confiabilidade”.

A Messer Gases, outra fornecedora de CO2, informa, por meio da sua assessoria, que não comenta o tema.






Tópicos

alimentos Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil bebida bebidas bebidas refrigerantes borbulhas no refrigerante CO2 Brasil produção refrigerantes Brasil produção refrigerantes indústrias Brasil produção refrigerantes pequenas indústrias Carbonatação de refrigerantes Classificação dos fluidos refrigerantes co2 CO2 insubstituível refrigerantes coca Coca Cola Compra Coca Cola do Brasil coca cola femsa Coca-Cola Como não perder o gás do refrigerante Composição dos refrigerantes comprar CO2 de fornecedores regionais contrato de exclusividade fornecedor CO2 CVI Refrigerantes dificuldade achar fornecedores CO2 engarrafadora escassez do insumo insubstituível refrigerantes fabricantes regionais de refrigerante fabricantes regionais de refrigerante Brasil falta CO2 fornecedores de CO2 gás Gás r22 gás refrigerante danos saúde gás refrigerante digestão gás refrigerante explosão lata gás refrigerante legislação Ice Tea é refrigerante insumo CO2 refrigerantes insumo gás refrigerantes interrupção White Martins venda CO2 maior produtora de CO2 White Martins menor produção refrigerantes regionais O que é considerado refrigerante? O que é gás refrigerante? O que são refrigerantes pequenas empresas CO2 refrigerantes pequenas fábricas White Martins fornecimento CO2 pequenas indústria menor produção falta CO2 pequenas indústrias menor produção refrigerantes Por que os refrigerantes têm gás? produção Quais são os benefícios do refrigerante? Quais são os gases dos refrigerantes? Qual a composição de refrigerantes? Qual a fórmula da coca cola Qual é o gás que substitui o R-22? Qual é o refrigerante que faz menos mal à saúde? Qual gás e o c02? quantidade de co2 no refrigerante Quanto CO2 tem no refrigerante? quanto vai de gás num refrigerante Que tipo de gás e usado no refrigerante? Refrigerante lata Refrigerante pdf Refrigerante schweppes refrigerantes refrigerantes abastecimento CO2 refrigerantes CO2 fábricas refrigerantes CO2 falta Refrigerantes Coca-Cola refrigerantes diabetes refrigerantes falta de CO2 Refrigerantes inglês sem CO2 não há como fazer refrigerantes setor de refrigerantes Brasil Tem CO2 no refrigerante? Tipos de gases refrigerantes Tipos de refrigerantes White Martins interrompeu entrega de CO2 White Martins produtora CO2