Economia

Seguradoras não estão cobrindo sinistros de carros que tenham furado lockdown na Índia

Crédito: AFP

Táxi percorre uma estrada vazia durante toque de recolher de Janata, Índia (Crédito: AFP)

Os seguros automotivos na Índia agora estão se prevenindo de acidentes durante o período de lockdown contra o coronavírus. Motoristas que estão furando o bloqueio e sofrendo acidentes estão tendo pedidos de conserto rejeitados pelas seguradores, já que uma das principais condições dos seguros é que o veículo não deve envolver nenhuma atividade ilegal.

Segundo o Rushlane, o decreto de lockdown indiano permite que as pessoas possam transitar pelas zonas verde e laranja, áreas para compras de produtos essenciais. Nas zonas vermelhas, onde não é permitido o movimento de pessoas, quem estiver de carro precisará redobrar os cuidados, já que uma batida, ou defeito mecânico nos carros pode não receber suporte do seguro.

+ Coronavírus, o problema que faltava para a onda de calor na Índia
+ Índia prolonga confinamento pela COVID-19 até 31 de maio 

A Índia está emitindo os chamados “E-Pass”, que permitem aos profissionais de áreas específicas a circulação livre pelas áreas de risco do país e estão sendo usados pelas seguradoras como uma forma de identificar se veículo do segurado estava andando com permissão ou não.

A medida gerou questionamentos sobre sua validade no país e agências de regulação estão discutindo se os seguros podem tomar medidas do tipo.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança