Política

Governo muda seis ministérios, após queda de Ernesto Araújo

Crédito: José Cruz/Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro: reforma em seis ministérios (Crédito: José Cruz/Agência Brasil)

A cascata de demissões no alto escalão do governo federal hoje, que gerou boatos de renúncia conjunta dos três comandantes das Forças Armadas, parece ter chegado ao fim. Pelo menos é o que dá a entender a nota divulgada pela Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) do Ministério das Comunicações. A nota diz que seis ministérios tiveram seus titulares “alterados”. Leia a nota completa.

Advogado-geral da União pede demissão nesta segunda (29)

Araújo só atrapalhou e criou problema em todo canto, diz líderança do agronegócio

Fernando Azevedo e Silva, ministro da Defesa, deixa o cargo

“O Presidente Jair Bolsonaro alterou a titularidade de seis ministérios nesta segunda-feira (29). As seguintes nomeações serão publicadas no Diário Oficial, a saber:

• Casa Civil da Presidência da República: General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira;
• Ministério da Justiça e Segurança Púbica: Delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres;
• Ministério da Defesa: General Walter Souza Braga Netto;
• Ministério das Relações Exteriores: Embaixador Carlos Alberto Franco França;
• Secretaria de Governo da Presidência da República: Deputada Federal Flávia Arruda;
• Advocacia-Geral da União: André Luiz de Almeida Mendonça.

Secretaria Especial de Comunicação Social
Ministério das Comunicações”

A nota trouxe a novidade da substituição da Casa Civil e do Ministério da Justiça, as últimas pastas a serem anunciadas. Com as mudanças, o general Walter Braga Netto assume o ministério da Defesa no lugar de Fernando Azevedo e Silva. Ele deixará a Casa Civil da Presidência, que passa a ser comandada pelo general Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, que acumulará funções.

Já o substituto do general Ramos na Secretaria de Governo da Presidência é a deputada federal Flávia Arruda (PL-DF). André Luiz Mendonça deixa o ministério da Justiça e Segurança Pública e volta à AGU no lugar de José Levi Mello.

A pasta será liderada pelo delegado Anderson Gustavo Torres, da Polícia Federal e atual secretário da Segurança Pública do Distrito Federal. Nas Relações Exteriores, com a saída de Ernesto Araújo, Carlos Alberto Franco França será o novo ministro.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel