Economia

Se pandemia apertar, governo pode antecipar 13° de aposentados

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Durante os dias de feriado, os bancos seguem atendendo somente clientes que recebam benefícios sociais, pagamento de salários, aposentadorias e pensões (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

Com o fim do auxílio emergencial na virada do ano, a equipe econômica estuda caminhos alternativos para não retomar os pagamentos para a população e sobrecarregar ainda mais os cofres públicos em 2021.

Entre os instrumentos no radar do governo estão a antecipação do 13° para aposentados e pensionistas do INSS e o pagamento do abono salarial. Esses caminhos serão adotados caso a pandemia da covid-19 siga na escalada de casos até a distribuição total da vacina no ano que vem e novas medidas de isolamento social estejam nas ruas.

+ Economia digital: grande desafio para os reguladores
+ IGP-10 desacelera e tem alta de 1,97% em dezembro, diz FGV

Segundo o jornal O Estado de SP, o plano é tido como uma “vacina” para sustentar a retomada econômica no início do ano que vem. Essas medidas foram adotadas em março deste ano, em conjunto com a criação do auxílio emergencial pelo Congresso, quando a pandemia teve início.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago