Economia

Saudi Aramco reduz preços de petróleo para entrega em abril

A petrolífera estatal da Arábia Saudita, a Saudi Aramco, reduziu os preços de quase todos os tipos de petróleo para entrega em abril.

A Saudi Aramco, maior exportadora mundial de petróleo, cortou os preços do petróleo super e extra leve para clientes do Extremo Oriente – seu maior mercado – em US$ 0,50 e US$ 0,75 por barril, respectivamente. Já os preços dos tipos leve e médio foram reduzidos em US$ 0,30 e o do tipo pesado ficou inalterado ante março. A queda dos preços deverá levar a um aumento das encomendas, principalmente na região.

Para os EUA, os preços do extra leve, leve, médio e pesado caíram em US$ 0,30, US$ 0,20, US$ 0,10 e US$ 0,10 por barril, respectivamente.

No noroeste da Europa, os preços do extra leve, leve, médio e pesado irão diminuir US$ 0,60, US$ 0,45, US$ 0,45 e US$ 0,50 por barril, respectivamente.

Países do Mediterrâneo, por outro lado, vão pagar US$ 0,15 a mais pelo pesado, mas US$ 0,40 a menos pelo extra leve e US$ 0,10 a menos pelo leve. O do médio ficou inalterado.

No fim de novembro, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que é informalmente liderada pela Arábia Saudita, fechou um pacto para reduzir sua produção diária em 1,2 milhão de barris, a 32,3 milhões de barris. No primeiro bimestre do ano, a taxa de cumprimento do acordo foi de cerca de 94%, segundo a maioria das estimativas. Fonte: Dow Jones Newswires.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel