Giro

Saúde promete enviar 10 milhões de doses após capitais suspenderem imunização por falta de vacina

Saúde promete enviar 10 milhões de doses após capitais suspenderem imunização por falta de vacina

Produção de vacinas no Butantan

(Reuters) -O Ministério da Saúde informou nesta segunda-feira que enviará 10,2 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 ao longo dos próximos três dias para todos os Estados e o Distrito Federal, após ser cobrado por prefeitos e governadores a acelerar a distribuição de imunizantes.

Capitais como Rio de Janeiro, Salvador, Florianópolis e Belém suspenderam nos últimos dias a aplicação da primeira doses das vacinas por falta de imunizantes e apontaram para uma demora do ministério em distribuir as doses recebidas dos diferentes fornecedores.

“Ministério da Saúde tem 16 milhões de vacinas paradas em estoque e centenas de brasileiros morrendo diariamente por falta de vacinas. Vergonhosa essa falta de gestão e senso de urgência”, disse no Twitter o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), cujo governo fornece vacinas ao ministério por meio do Instituto Butantan, que produz a CoronaVac.

Em entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto, após ser questionado sobre o comentário de Doria, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não quis polemizar e disse que as vacinas estão sendo distribuídas para Estados e municípios desde o início da imunização.



Segundo o ministro, não há estoque de doses de vacinas contra Covid e queda na média móvel de mortes nas últimas semanas mostra o acerto da política de imunização. “Todas (as vacinas) foram adquiridas pelo governo federal desde o início”, disse.

A pasta anunciou no Twitter que vai distribuir entre segunda e quarta 10,2 milhões de doses, sendo 3,8 milhões de doses da AstraZeneca/Fiocruz, 1 milhão da AstraZeneca/Covax, 3,3 milhões da CoronaVac e 2,1 milhões da Pfizer.

“Nos próximos três dias, todos os Estados e o DF vão receber os novos lotes”, acrescentou.

Na sexta-feira, a Prefeitura do Rio de Janeiro informou a suspensão da aplicação da primeira dose por falta de imunizantes e cobrou celeridade do ministério na distribuição das vacinas. Autoridades se saúde do Rio reclamaram que a logística do Programa Nacional de Imunização (PNI) está demorada, com intervalo entre o recebimento das doses pelo Ministério da Saúde e a entrega para Estados e municípios de cerca de 15 dias.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, anunciou nesta segunda que a vacinação na cidade será retomada na quarta-feira, com a faixa etária de 34 anos.

“Se não houver mais falhas na entrega, nas próximas 3 semanas teremos todos –TODOS– os cariocas acima de 18 anos devidamente imunizados com a primeira dose!”, afirmou o prefeito no Twitter.

Assim como no Rio, outras capitais que tiveram de suspender a aplicação da primeira dose por falta de vacinas mantiveram a vacinação com a segunda dose, especialmente mediante um grande número de pessoas que não têm comparecido para receber a dose de reforço pelo país.

“A segunda dose é indispensável para garantir imunidade contra o novo coronavírus. Para avançar na aplicação de primeira dose, a administração municipal aguarda o recebimento de mais imunizantes”, disse a Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis em comunicado.

O Brasil vacinou até o momento 37,6 milhões de pessoas com as duas doses ou com imunizante de dose única, o que equivale a 17,9% da população, enquanto 94,7 milhões de pessoas (45% da população) receberam apenas a primeira dose, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de JaneiroReportagem adicional de Ricardo Brito, em BrasíliaEdição de Maria Pia Palermo)

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH6P1FU-BASEIMAGE

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

Updated