Giro

São Paulo volta ao rodízio de veículos por placa e dias da semana

A prefeitura de São Paulo decidiu suspender as restrições mais amplas de circulação de veículos a partir de amanhã (18). A medida deve ser publicada em edição extra do Diário Oficial, informou o prefeito Bruno Covas na manhã de hoje (17).

Com a mudança, o rodízio volta a ser como era antes da pandemia. A restrição é definida de acordo com o número final da placa do veículo e o dia da semana.

Em vigor desde o último dia 11, o sistema de rodízio mais rigoroso passou a ser aplicado em toda a cidade e pelo período de 24 horas.  

O prefeito Bruno Covas disse que a retomada do rodízio tradicional não deve servir de pretexto para que a população se sinta livre para transitar pela cidade, como se não estivesse no contexto da pandemia, que exige cuidados preventivos. Mais uma vez, Covas manifestou preocupação com o índice de isolamento social na capital, que nesta sexta-feira (15) foi de 48%.

As regras do rodízio não incidem sobre os profissionais que prestam serviços considerados essenciais, como os funerário, de segurança, imprensa e de saúde. Para que possam circular pela cidade os trabalhadores devem preencher um cadastro no portal de atendimento da prefeitura.

Confira como funcionará o rodízio a partir desta segunda-feira (18):

Dia da semana – Final da placa
Segunda-feira – 1 e 2
Terça-feira – 3 e 4
Quarta-feira – 5 e 6
Quinta-feira – 7 e 8
Sexta-feira – 9 e 0

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel