Santos FC no combate à desigualdade racial

Santos FC no combate à desigualdade racial

O Santos Futebol Clube decidiu estampar dados da desigualdade racial do País em suas camisas de jogo. Em uma ação realizada no dia 16 de novembro, em partida válida pela 33a rodada do Campeonato Brasileiro, o time vestiu números que representam não somente quão minoritárias são as pessoas negras em profissões, mas também com formações superiores, em diferenças salariais e outros dados alarmantes – como em percentual de vítimas de homicídios. A ação, promovida em parceria com o Observatório da Discriminação Racial no Futebol, mostra que a população negra representa apenas 1% dos advogados no País, 17% dos médicos, 18% entre os mais ricos e 29% dos brasileiros com pós-graduação. Os números avançam, porém, quando o assunto é a parcela de presidiários que são negros (61%), trabalho infantil (64%), gravidez na adolescência (70%) e trabalho escravo (85%). Num momento em que a intolerância às desigualdades e o racismo mostram as suas faces em diversos campos de futebol pelo mundo, a bandeira levantada pelo clube é fundamental. Que outros sigam o exemplo.

(Nota publicada na Edição 1148 da Revista Dinheiro)

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança


Mais posts

R$ 30 mi para startups de meio ambiente

Uma boa notícia para empreendedores que tenham ideias disruptivas na área de meio ambiente e estejam em fase de captação de aportes. A primeira rodada poderá vir do Grupo Solví, especializado em valorização energética, coleta e destinação de resíduos. A empresa criou uma corporate venturing com R$ 30 milhões para financiar startups que atuem em […]

Biogás que vem do lixo

Cerca de R$ 85 milhões é o valor que a ZEG, empresa com a missão de reduzir os impactos dos combustíveis fósseis na matriz energética [...]

Sinal de alerta no campo

Os resultados de uma pesquisa com produtores de cinco potências agrícolas, incluindo o Brasil, surpreenderam os executivos da Syngenta: [...]

Doe sem gastar dinheiro

Quer doar, sem gastar nada? O aplicativo Ribon tornou a ideia real. O processo é simples: a verba investida pelas empresas no app é [...]

Um plano para o Brasil pós-pandemia

Considerada um marco na inserção do Brasil no debate mundial sobre sustentabilidade, a Conferência das Nações Unidas Sobre [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.