Artigo

Sanear para crescer

Há um consenso no Brasil de que os investimentos em infraestrutura serão determinantes para a retomada do crescimento. Quando a pandemia estiver sob controle, muitos setores serão decisivos. O saneamento básico é um deles, sobretudo após o recente avanço do novo marco legal.

Crédito: Evandro Rodrigues

Poucos segmentos da economia são capazes de reunir múltiplos benefícios diretos e indiretos à população como o saneamento. Um novo estudo reforça o impacto positivo destes investimentos na geração de emprego, na renda, na educação e na saúde. O levantamento detalha os resultados da universalização dos serviços de água e esgoto na primeira cidade do País que, há 25 anos, optou pela concessão para um ente privado — um modelo ainda restrito a 6% dos municípios brasileiros.

Trata-se de Limeira, no interior de São Paulo, cidade referência nacional em acesso ao saneamento. Hoje, 100% da população urbana tem serviços de água e esgoto, uma raridade no País, em que metade da população não tem acesso aos serviços de esgoto e 35 milhões nem sequer têm abastecimento de água.

Os resultados alcançados em Limeira podem inspirar um Brasil que quer voltar a crescer. Para cada R$ 1,00 investido na expansão do sistema de saneamento, R$ 1,18 de renda foi gerado na economia da cidade. As obras de expansão garantiram uma renda de R$ 19,7 milhões para a economia local e 3,6 mil postos de trabalho de 1998 a 2018. A operação criou 11,3 mil empregos, gerando renda média anual de R$ 198 milhões. Estamos falando de uma cidade com 300 mil habitantes.

Os investimentos também se converteram em melhorias na saúde e na educação. A incidência de doenças de veiculação hídrica (diarreia e vômito) em Limeira é 21,3% inferior à média dos municípios do interior de São Paulo e as internações são 86,3% menores do que a média brasileira.

Já os dados do Enem revelam que estudantes com residências sem banheiro de uso exclusivo tiveram desempenho pior que aqueles que moravam em residências com banheiro. Em 2018, as médias de notas dos jovens sem banheiro em casa foi 13% menor que aqueles que o tinham. Isso mostra que o saneamento é um fator decisivo para a futura empregabilidade. Nascer em uma cidade com serviços de saneamento básico pode determinar o sucesso de um adolescente que entrará no mercado de trabalho.

Os benefícios econômicos dos investimentos em saneamento em Limeira alcançaram R$ 1,2 bilhão. Desse total, R$ 698 milhões são rendimentos diretos à cidade (gerados pelo investimento e atividades de saneamento, além de impostos sobre consumo e produção) e R$ 535 milhões decorrem da redução de despesas.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Agora, pensemos nesse modelo expandido para um país que tem pressa para crescer. O saneamento básico é uma das vacinas de que a economia precisa para voltar a respirar. Com a aprovação do marco regulatório, demos os primeiros passos para garantir mais segurança jurídica e, consequentemente, mais investimentos. É uma iniciativa importante. O saneamento pode oferecer um futuro melhor para milhões de pessoas que há muito convivem com os desafios de viver em um país sem saneamento. Limeira está aí para comprovar.

Fernando Mangabeira é diretor da regional São Paulo da BRK Ambiental.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel