Agronegócio

Sanderson Farms relata perda de 1,7 milhão de aves por causa do Florence

São Paulo, 18 – A Sanderson Farms, terceira maior produtora de aves nos Estados Unidos, informou que a companhia ainda está avaliando os danos causados às operações na Carolina do Norte em razão da passagem do furacão Florence. Em comunicado, a empresa afirmou que nenhum funcionário foi ferido e que o gerador próprio de energia sustentou as operações até a eletricidade ser restabelecida.

Dos prejuízos contabilizados até o momento, a Sanderson estima que cerca de 1,7 milhão de frangos de um estoque vivo médio de aproximadamente 20 milhões de aves, com idade variando de seis a 62 dias, foram perdidos como resultado de inundações. De seus 880 galpões de frangos na Carolina do Norte, 60 inundaram. A companhia disse ainda que cerca de trinta granjas estão isoladas por inundações e que as perdas podem aumentar se a empresa não conseguir acessar essas propriedades.

Além da perda de aves vivas, a Sanderson informou que a taxa reduzida de eclosão de ovos e de produção de pintos de um dia vai afetar os volumes de processamento semanal até dezembro, com as reduções ocorrendo principalmente durante outubro e novembro.

A companhia possui unidades de processamento, uma fábrica de rações e duas incubadoras na Carolina do Norte. Na planta de rações, localizada em Kinston, as operações foram retomadas na manhã de segunda-feira.

Já a unidade de processamento de Kinston foi reaberta nesta terça-feira. As atividades da unidade de processamento de St. Pauls devem ser retomadas até o fim desta semana. A empresa acredita que pode levar até três semanas para que a energia elétrica seja totalmente restabelecida em todas as granjas de seus fornecedores independentes.