Giro

Salário do CEO da Apple aumenta 30% em ano de pandemia

Crédito: Divulgação/Apple

O salário de Tim Cook foi de US$ 3 milhões, mas ele recebeu US$ 10,7 milhões em incentivos por desempenho e mais US$ 1 milhão como 'outras compensações' (Crédito: Divulgação/Apple)

O salário do CEO da Apple, Tim Cook, aumentou 28% no ano passado na comparação com o ano anterior. Em 2019, Cook recebeu US$ 11,5 milhões, considerando bônus, benefícios e compensações. Ano passado, em plena pandemia, o executivo embolsou US$ 14,7 milhões.

De acordo com o MacMagazine, o salário-base do executivo foi de US$ 3 milhões, mas ele recebeu US$ 10,7 milhões em incentivos concedidos por desempenho e mais US$ 1 milhão como ‘outras compensações’.

+ Apple prepara dois protótipos de iPhone dobrável
+ 7 inovações da Apple que foram copiadas pelas fabricantes de Android

É importante destacar que o pacote de remuneração de Cook no ano passado não incluiu benefícios de ações. Em setembro passado, o executivo recebeu ações restritas equivalentes a mais de US$ 100 milhões para garantir que ele continue sendo o CEO da Apple até 2025.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago