Política

Saída de Moro é ‘golpe na justiça, liberdade e democracia do Brasil’, diz Doria

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), iniciou a coletiva diária do governo estadual que trata das atualizações sobre a pandemia do novo coronavírus lamentando o pedido de demissão do agora ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. Segundo Doria, a saída de Moro representa um “golpe na justiça, liberdade e democracia do Brasil”.

Ao dirigir solidariedade ao ex-ministro, Doria elogiou sua atuação à frente do Ministério.

Ele agradeceu Moro pela relação “republicana” com as autoridades da Justiça e Segurança Pública de São Paulo e afirmou que o ex-ministro “cumpriu seu papel brilhantemente” enquanto esteve na pasta.

Doria ainda completou afirmando que o ex-ministro “mudou a história do País” durante a época que era juiz da Operação Lava Jato.

Crítica a Bolsonaro

O tom elogioso de Doria, porém, limitou-se à figura do ex-juiz.

Em crítica ao presidente da República, Jair Bolsonaro, que causou a demissão de Moro por ter exonerado Maurício Valeixo, ex-diretor da Polícia Federal, o governador paulista disse: “Lamento muito que nosso País tenha que lutar contra dois vírus: o coronavírus e o outro que está no Palácio do Planalto, em Brasília.”

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel