Economia

Saiba como reaver valores retroativos do INSS

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

Desde 2017, uma lei determina que se o valor dos retroativos não for sacado pelo segurado em até dois anos, ele volta para a conta da União (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

Aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) que entraram com ação para ter direito à concessão ou revisão do benefício previdenciário podem ter valores atrasados para receber.

Conforme o jornal Agora, valores até 60 salários mínimos, ou seja R$ 62,7 mil, são pagos por meio de RPVs (Requisições de Pequeno Valor), enquanto que retroativos que superem esse montante são quitados por meio de precatórios.

+ Agências do INSS fecham às 14h na véspera do natal e do ano-novo
+ Segurado tem 30 dias para marcar perícia do auxílio-doença no INSS

Vale destacar que os retroativos só são liberados depois de esgotadas todas as possibilidades de recursos por parte do INSS. No entanto, desde 2017, se o valor não for sacado pelo segurado em até dois anos, ele será bloqueado.



Acontece que a grana dos retroativos é depositada em contas abertas especificamente com essa finalidade na Caixa ou no Banco do Brasil. E a lei de 2017 determina que os bancos devolvam os valores que não forem movimentados por dois anos para a União por meio de conta judicial.

Isso não significa que você vai perder o seu dinheiro, mas terá um pouco mais de trabalho para receber, já que terá que fazer novo pedido na vara onde o processo começou.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel