Tecnologia

Saiba como não ter o wi-fi roubado pelo seu vizinho

Crédito: Pixabay

Invasões na sua rede podem causar inúmeros prejuízos (Crédito: Pixabay)



O “roubo” de sinal de wi-fi é uma preocupação muito presente nas casas brasileiras, já que um estranho pode fazer diversas coisas conectadas na sua rede, inclusive infectá-la com algum tipo de vírus. 

Com algumas precauções e ferramentas você pode afastar a possibilidade de ter a sua senha roubada ou o sistema invadido. 

+Após beber, homem perde pendrive com dados pessoais de toda uma cidade

Veja quem está acessando a sua rede

Alguns modelos de roteadores permitem que você veja quem está logado em sua rede. Neste caso, quando perceber que há algum estranho fora dos dispositivos da sua casa, é sinal de que a senha precisa ser trocada.




O aplicativo “Quem usa meu wi-fi” pode ser baixado aqui, em qualquer celular Android, e permite que se faça uma varredura no seu wi-fi. 

Coloque uma senha forte

Data de aniversário, nome dos filhos e dia do casamento são senhas óbvias e que muitas vezes podem ser descobertas com facilidade. Ter uma senha forte para o seu roteador pode ser um bom obstáculo para quem quiser invadir a sua rede. 

Existem sites que geram códigos aleatórios que podem servir de senha. O Last Pass gera qualquer combinação e você pode definir o que quer: letra maiúscula, caracteres especiais, etc. 


Configure corretamente o seu roteador 

Nas configurações de seu roteador há ferramentas que aumentam a segurança da sua rede. Uma delas é o firewall, que bloqueia tentativas de invasão de dispositivos estranhos. O ideal é que ele fique ativado o tempo inteiro. 

Outro modo de diminuir as chances de invasão é verificar se a conexão está usando algum protocolo de segurança. Confira se o seu roteador está conectado no WPA2 ou WPA3, conhecido como WI-fi Protocol Access. 

Veja também se é possível ativar o modo convidado. Com isso é possível verificar quem está conectado na rede e também acessar todos esses dispositivos.