Giro

Saúde atualiza números e boletim agora aponta 2.347 mortes por covid-19 em 24h

O Ministério da Saúde atualizou novamente os números sobre os casos de covid-19 no Brasil e reduziu o número de mortes que havia divulgado mais cedo neste sábado. Não foi divulgada uma explicação para a mudança da informação.

De acordo com o site do governo, agora, o Brasil registrou 206 mortes decorrentes do novo coronavírus nas últimas 24 horas. Com isso, o número de óbitos por covid-19 passou para 2.347 neste sábado, 18, de acordo com os novos dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

O número de pessoas contaminadas não foi alterado em relação ao divulgado mais cedo. Em um único dia foram 2.917 novos registros de pessoas contaminadas de ontem para hoje com a doença. No total, o Ministério da Saúde tem a informação de que 36.599 testaram positivo para o novo coronavírus até o momento. A taxa de letalidade está em 6,4%, a mesma registrada ontem.

A região mais afetada pelo novo coronavírus é o Sudeste, com 55,9% dos casos, seguida pelo Nordeste (23,2%), Norte (9,3%), Sul (7,5%) e Centro-Oeste (4,0%).



Em São Paulo, Estado com maior número de casos e de mortes decorrentes da doença no País, há registro de 13.894 pessoas infectadas e 991 óbitos.

O Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 4.543 casos confirmados e 387 mortes, seguido pelo Ceará (3.034 casos confirmados de covid-19 e 176 mortes), Pernambuco (2.193 casos e 205 mortes registradas), e Amazonas (1.897 casos registrados e 161 mortes).

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel