Economia

Sachsida: Meta da política econômica é salvar vidas e, depois, preservar empregos

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, afirmou nesta segunda-feira, 8, durante evento virtual, que o grande objetivo da política econômica é “salvar vidas e, depois, preservar empregos e empresas”. Segundo ele, a pandemia do novo coronavírus provocou um choque na economia. “No período posterior (à pandemia), haverá recessão. Depois, é o período da retomada”, disse.

“Estamos em momento único da história econômica. Estamos tendo choques terríveis do lado da oferta e também há vários choques do lado da demanda, de investimentos, de consumo”, pontuou Sachsida.

O secretário pontuou ainda que, mesmo que haja reabertura hoje da economia, é difícil imaginar que o nível de consumo voltará ao nível de antes da pandemia. Ele lembrou que a população brasileira está mais pobre e a queda nos preços das ações na bolsa de valores também prejudica a qualidade das empresas no crédito.

Sachsida também defendeu a manutenção do “pilar macrofiscal da economia, que é o teto de gastos”. “Isso está mantido”, afirmou.

O secretário participa hoje do “Webinar ICC Brasil – Crédito em tempos de pandemia”, evento virtual promovido pela International Chamber of Commerce Brasil.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago