Giro

Rússia realizará em 24 de junho desfile da vitória sobre a Alemanha nazista

Rússia realizará em 24 de junho desfile da vitória sobre a Alemanha nazista

Presidente russo, Vladimir Putin - Sputnik/AFP

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou nesta terça-feira (26) a celebração em 24 de junho do grande desfile militar para comemorar o 75º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista, marcado para 9 de maio e adiado pela pandemia de coronavírus.

“Ordeno o início dos preparativos para o desfile militar na capital russa e em outras cidades (…) Vamos fazê-lo no dia 24 de junho”, disse Putin durante uma reunião com seu ministro da Defesa, Serguei Shoigu, transmitida pela televisão.

O presidente observou que a situação da pandemia de coronavírus “continua estável de forma geral no país, nas regiões e no exército”.

“Segundo especialistas, podemos considerar que o pico já foi superado”, afirmou.

A data de 24 de junho é simbólica na Rússia, porque nesse dia, em 1945, o primeiro grande desfile ocorreu após a vitória sobre a Alemanha nazista.

A data em que o desfile geralmente é realizado, 9 de maio, corresponde ao aniversário da rendição nazista assinada na noite de 8 de maio na Alemanha, mas – devido à diferença de fuso horário – já era dia 9 em Moscou.

O desfile da vitória, um grande evento patriótico no qual a Rússia mostra seu poder militar todos os anos, foi adiado este ano devido ao coronavírus.

Em 9 de maio, Putin participou de modestas comemorações: um breve discurso diante da chama do soldado desconhecido e outro para soldados.

Nesta terça-feira, o presidente russo ordenou que Serguei Shoigu “garanta os mais altos padrões de segurança para os preparativos para o desfile” em 24 de junho.

“O risco para todos os participantes deve ser mínimo ou, melhor ainda, descartado”.

Quanto ao desfile do “regimento imortal”, no qual os russos andam pelas ruas com o retrato de seus antepassados que participaram da guerra, será realizado no dia 26 de julho.

A Rússia, o terceiro país do mundo em número de infecções pelo coronavírus, registrou até esta terça-feira mais de 362.000 casos confirmados e 3.807 mortes por COVID-19.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança