Mundo

Rússia diz que Ucrânia é culpada por míssil em prédio residencial de Kiev

Rússia diz que Ucrânia é culpada por míssil em prédio residencial de Kiev

Fumaça após ataque de míssil em Kiev, na Ucrânia



LONDRES (Reuters) – O Ministério da Defesa da Rússia negou nesta segunda-feira a responsabilidade por um míssil que atingiu um prédio residencial de Kiev no fim de semana, dizendo que provavelmente foi causado por uma falha no sistema de defesa aérea da Ucrânia.

Mísseis atingiram a capital ucraniana Kiev pela primeira vez em semanas no domingo. A Ucrânia disse que um bloco de apartamentos e um local próximo a um jardim de infância foram atingidos, com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmando que os ataques são mais uma evidência da “barbárie” da Rússia em sua ofensiva contra a Ucrânia.

Em um comunicado, o Ministério da Defesa russo disse nesta segunda-feira que disparou quatro mísseis que atingiram seu alvo, uma fábrica de armas em Kiev.

No entanto, o ministério afirmou acreditar que um sistema de defesa antimísseis ucraniano Buk interceptou por engano um míssil de defesa aérea S-300 disparado pela Ucrânia, que então “caiu em um prédio residencial”.




“O regime em Kiev tentou interceptar mísseis russos de alta precisão com armas antiaéreas estacionadas na cidade”, disse o Ministério da Defesa.

Em vez disso, “devido à falta de ligação de sistemas de defesa aérea e lançadores de equipamentos de rádio localizados em áreas urbanas, dois mísseis antiaéreos S-300 foram abatidos no ar por Buks ucranianos. Presumivelmente, um dos mísseis antiaéreos caiu em um prédio residencial”.

Moscou tem negado repetidamente atacar áreas civis, no que chama de operação militar especial, apesar de imagens generalizadas de prédios residenciais destruídos e de uma estimativa da Organização das Nações Unidas (ONU) de que pelo menos 4.731 civis foram mortos desde a invasão russa em 24 de fevereiro.


tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5Q0LE-BASEIMAGE