Giro

Rússia bate recorde e supera 100.000 casos diários de covid-19

Rússia bate recorde e supera 100.000 casos diários de covid-19

Mulher caminha pelas ruas de Moscou em 28 de janeiro de 2022 - AFP

A Rússia superou neste sábado pela primeira vez a marca simbólica de 100.000 casos diários de covid-19, um recorde que ilustra a propagação da nova onda, provocada pela variante ômicron.

De acordo com os dados do governo, nas últimas 24 horas o país registrou 113.122 novos casos e 668 mortes. A capital, Moscou, continua sendo o principal foco da epidemia na Rússia, com 26.488 novas infecções e 76 óbitos.



Este é nono dia consecutivo de recorde de casos no país, o mais afetado da Europa pelo coronavírus.

O balanço oficial do governo registra 330.111 mortes por covid-19 desde o início da pandemia, mas a agência de estatísticas Rosstat, que tem uma definição mais ampla das mortes provocadas pela doença, considera que mais de 660.000 pessoas faleceram vítimas do coronavírus na Rússia.

Um balanço que é explicado pela lenta campanha de vacinação, o fato de o país praticamente não ter decretado medidas de confinamento desde meados de 2020 e pelo desrespeito de grande parte da população às medidas sanitárias, como o uso de máscara nos transportes públicos.

+ Confira 10 receitas para reaproveitar ou turbinar o arroz do dia a dia