Economia

Rui Costa defende desvinculação de salários estaduais à remuneração federal

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), defendeu a desvinculação dos salários estaduais do funcionalismo público à remuneração federal e ressaltou ser favorável à inclusão de Estados e municípios na reforma da Previdência, mas disse que isso não resolverá o problema estadual.

“Se somos uma federação, por que os salários têm de estar vinculados ao governo federal? Quem paga são os Estados. Em outros modelos que se propõem a ser uma federação no mundo, este não é o padrão”, afirmou Costa durante o Fórum Exame 2019.

O governador da Bahia também questionou o alcance da reforma da Previdência, dizendo que apenas 10% dos problemas previdenciários dos Estados estarão resolvidos, no máximo. “Os outros 90% dependerão de uma nova forma de distribuir as receitas”, apontou.

Costa disse, ainda, que os Estados carecem de redistribuição mais justa do que é recolhido pela União. “A concentração de recursos da União cresceu, independente de quem era o partido que estava governando.”

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel