Política

Romeu Zema indica ex-secretário de João Doria para o Codemig

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), indicou nesta quinta-feira, 28, o empresário paulista e ex-secretário de Desestatização da cidade de São Paulo no governo de João Dória (PSDB), Wilson Poit, para o conselho da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig).

Um dos objetivo da empresa é fechar parcerias com o setor privado, como a estabelecida na década de 1960 com a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) para exploração de nióbio em Araxá, no Triângulo Mineiro. A mina pertence à Codemig, conforme informações do site da estatal.

O empresário é pai do deputado federal Vinícius Poit (Novo-SP). Em nota, o governo afirma que a escolha de Wilson Poit para compor o conselho da companhia foi feita de forma técnica. “Independentemente de ser pai de um parlamentar eleito pelo Partido Novo em São Paulo, Poit tem um histórico profissional com vasta experiência executiva e em desestatização, pela Prefeitura de São Paulo”.

O texto cita o trabalho de Poit na capital paulista. “Foi responsável pela criação do Fundo Municipal de Desenvolvimento Social e do Conselho Municipal de Desestatização e Parcerias. Também coordenou o trabalho que resultou na aprovação de seis projetos de lei para privatização do Anhembi e concessões do Estádio do Pacaembu, parques, mercados municipais e terminais de ônibus na capital paulista”.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?