Economia

Roma: Auxílio Brasil deve ser de R$ 300 por mês e atingir 17 milhões de pessoas

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministro da Cidadania, João Roma: garantindo que o governo terá "zelo fiscal" na implementação da medida (Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Auxílio Brasil, programa de transferência de renda que deve substituir o Bolsa Família em novembro, deve beneficiar perto de 17 milhões de pessoas, e ficar na média em R$ 300 ao mês, reafirmou na noite deste domingo o ministro da Cidadania, João Roma, em entrevista à TV Brasil, garantindo que o governo terá “zelo fiscal” na implementação da medida. Os dois números são maiores do que o programa atual, que atende 14,6 milhões de pessoas, com pagamento mensal de R$ 190 na média.



Mesmo tendo que ampliar os gastos do governo para bancar o aumento do benefício a população de menor renda, uma das bandeiras de Jair Bolsonaro para as eleições de 2022, o ministro afirmou que o governo não vai perder o controle das despesas. “Precisa ter muito cuidado e muito zelo na responsabilidade no quesito fiscal”, disse ele.

Auxílio Emergencial: Caixa paga 7ª parcela a Bolsa Família nesta segunda (18)

A maior dificuldade do governo é conseguir fontes de recursos para bancar o novo programa. Roma ressaltou que se discute no Congresso duas formas de financiamento e a expectativa é que sejam aprovadas. São elas a PEC dos Precatórios, que pretende liberar parcela de recursos dentro do teto para bancar o gasto maior, e a Reforma do Imposto de Renda (IR). “A pandemia está passando, mas efeitos sociais da pandemia não estão passando. É natural que estado brasileiro dê essa resposta.”

“O Auxílio Brasil é uma evolução dos programas de renda executados no governo federal”, afirmou hoje o ministro. Roma destacou que o novo programa vai integrar políticas públicas para a população de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade, com transferência de recursos e capacitação profissional.



Uma das principais diferenças do novo programa com o Bolsa Família, segundo ele, é oferecer proteção social e a possibilidade de transformação social, via capacitação das pessoas para acesso ao mercado de trabalho. Para isso, o governo deve ter apoio do Sistema S, que inclui o Sesc e o Senac.

Para estimular que as pessoas se capacitem sem medo de perder o benefício, o ministro da Cidadania disse que o novo programa deve ter uma regra de permanência em que a beneficiário do auxílio, mesmo conquistando um emprego, possa ficar com o benefício por até dois anos, disse no programa da TV Brasil. “No Auxílio Brasil, estamos viabilizando uma regra de permanência”, afirmou o ministro.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?

Tópicos

6ª parcela calendário 7ª parcela calendário auxílio 6ª aparcela auxilio brasil auxílio brasil 2022 Auxílio Brasil João Roma Ministro da cidadania Auxílio Brasil valor auxílio calendário 7ª parcela auxílio calendário de saques auxílio emergencial 2022 auxílio indevido devolução auxílio prorrogação auxílio prorrogado auxílio terá mais parcelas? caixa libera saque 6ª parcela Calendário 4ª parcela Calendário saques 3ªparcela calendário saques 6ª parcela calendário saques auxílio 2021 Calendário saques julho auxílio calendário saques setembro calendários Auxílio como consultar auxílio como consultar dataprev como devolver auxílio como saber se posso receber prorrogação do auxílio como se inscrever para a prorrogação do auxílio consulta 7ª parcela auxílio 2021 consulta auxílio agosto 2021 consulta dataprev consulta dataprev auxílio consulta dataprev cpf consulta saque 6ª parcela consulta saque auxílio julho cronograma saques 5ª parcela auxílio semana setembro Dataprev devolução do auxilio emergencial governo devolução prorrogação auxílio cadastro prorrogação auxílio dataprev prorrogação auxílio G1 prorrogação do auxílio quantas parcelas prorrogação quem pode receber qual o valor das parcelas na prorrogação quando acaba saque 5ª parcela quando começa 5ª parcela quando começa Auxílio Brasil Quando posso retirar o dinheiro do auxílio? quantas parcelas faltam auxílio quantos meses prorrogação quem pode sacar auxílio nesta sexta 2 quem precisa devolver auxílio quem recebe hoje auxílio 14 retiradas 6ª parcela retiradas quintaparcela saque quinta parcela sexta parcela saque