Giro

Rodrigo Maia vai coordenar programa de governo em campanha de Doria à Presidência

Rodrigo Maia vai coordenar programa de governo em campanha de Doria à Presidência

Ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia

Por Eduardo Simões

SÃO PAULO (Reuters) – O ex-presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia coordenará o programa de governo da campanha à Presidência da República do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), na eleição deste ano, informou a pré-campanha tucana em nota.



Deputado federal licenciado pelo Rio de Janeiro e sem filiação partidária desde que foi expulso do DEM em junho do ano passado após troca de farpas pública com o presidente da legenda ACM Neto, Maia comanda atualmente a Secretaria de Projetos e Ações Estratégicas do governo Doria em São Paulo.

“A experiência de Rodrigo Maia, seu brilhante desempenho como secretário de Ações Estratégicas e seu traquejo político, além do amplo conhecimento das necessidades do povo brasileiro, são fundamentais para fortalecer nosso projeto”, disse Doria segundo nota de sua pré-campanha.

Em sua conta no Twitter, Maia também comentou a nova função e agradeceu Doria pelo convite.

+ Especialista revela o segredo dos bilionários da bolsa. Inscreva-se agora e aprenda!



“Agradeço ao João Doria pelo convite. Os políticos precisam compreender que é muito importante que participemos da construção dos programas dos nossos candidatos”, disse.

“É preciso compreender a realidade de cada área e construir soluções baseadas em dados concretos, em programas que possam de fato ser viabilizados, e não em projetos populistas.”

Doria, que no final do ano passado venceu as prévias do PSDB para ser o candidato do partido na eleição presidencial de outubro, tem tido desempenho fraco nas pesquisas de intenção de voto para o pleito, sem chegar a 5% da preferência do eleitorado.

De acordo com os levantamentos mais recentes, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera com folga a disputa, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) em uma distante e isolada segunda posição.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI0K0TU-BASEIMAGE