Robôs ou Humanos?


Quem está vencendo a batalha entre robôs e humanos? Pesquisa realizada pela MA8 Consulting não pretende responder a essa pergunta, mas mostra um pouco do panorama da convivência entre homem e máquina. A sondagem revela que os brasileiros estão cada vez mais habituados com novidades tecnológicas, ao mesmo tempo em que desconfiam quando envolvem segurança e relações interpessoais e profissionais. Dos 1.435 entrevistados (54% com pós-graduação e 35% com curso superior completo), 61% consideram-se familiarizados com inteligência artificial. Porém, 62% disseram confiar apenas parcialmente a gestão da sua vida pessoal (como finanças, contas a pagar, agenda de compromissos) a uma ferramenta de IA. A consultoria também indagou se as pessoas aceitariam convite para fazer uma viagem de São Paulo a Curitiba (400 quilômetros) em um carro autônomo (sem motorista) sentadas no banco traseiro do veículo: 44% não aceitariam, 21% talvez sim, dependendo da marca, e 30% iriam. Outra questão levantada foi quem escolheriam para realizar uma microcirurgia cerebral de emergência que pudesse salvar sua vida: com um médico no Brasil ou com um robô autônomo nos Estados Unidos? Para 51%, a resposta foi com um profissional humano. “Existe certa consciência de que o limite da inteligência artificial pode chegar somente até às fronteiras da inteligência emocional”, afirma Orlando Merluzzi, CEO da MA8 Consulting, responsável pelo levantamento.

 

Fabio X

(Nota publicada na edição 1161 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Na Inglaterra, o futuro da mobilidade

Há países em que o futuro chega. Tipo, a Inglaterra. Um projeto intitulado Midlands Future Mobility (MFM) vai equipar uma rede de 160km [...]

Top 4, crimes da quarentena

AUXÍLIO VIA CEF Quase para surpresa de ninguém, desde que foi anunciado pelo governo o Auxílio Emergencial de R$ 600 para profissionais [...]

Gorjetas crescem 278%

Até existe um Brasil que funciona e sabe o que é empatia. A plataforma James, que atua em 18 cidades com entregas em menos de uma hora, [...]

Bandidagem na Covid-19

Vamos combinar que o mundo é um lugar polimorfo perverso. Isso significa que suas manifestações de maldade e ladroagem se adaptam e se transformam o tempo todo, o que vale para momento extremos como a da crise provocada pelo novo coronavírus. Segundo Sandro Suffert, CEO da Apura S/A, empresa de segurança cibernética, “cada vez mais […]

Plataforma Kzas zera comissão até junho

Imobilizar patrimônio numa época como a atual é tarefa para quem tem excesso de liquidez. Para dar velocidade ao mercado, a plataforma [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.