Negócios

‘Robô cobra’ facilita a manutenção de oleodutos no fundo do oceano

Crédito: Divulgação - Eelume

O Eeluma tem seis metros de comprimento, é equipado com sensores, câmeras e pode ser mantido em profundidades de até 500 metros por 6 meses (Crédito: Divulgação - Eelume)

Um robô em formato de cobra pode ajudar a tornar a manutenção de oleodutos mais segura. O Eeluma tem seis metros de comprimento e é equipado com sensores e uma câmera em cada extremidade.

De acordo com a CNN, ele pode ser mantido em uma docking station em profundidades de até 500 metros por seis meses, sem ser trazido de volta à superfície. Além disso, o robô autopropulsor pode viajar até 20 quilômetros sem precisar recarregar.

+ China lança robô que faz teste de covid-19
+ Samsung apresenta robôs domésticos que fazem pequenas tarefas

Atualmente, a manutenção em poços de águas profundas e sistemas de dutos já são realizados por veículos não tripulados. No entanto, para chegar ao local da manutenção eles normalmente são levados em navio com tripulação completa para depois serem operados remotamente a partir do navio de superfície.



Pål Liljebäck, diretor de tecnologia da Eelume Subsea Intervention, que desenvolveu o robô, disse à CNN que a estimativa é que essa operação custe até US$ 100 mil por dia.

O executivo afirmou ainda que ao permitir que o robô se torne um residente submarino vivendo em uma estação de acoplamento, ele pode ser mobilizado a qualquer momento para fazer inspeções e tarefas de intervenção, reduzindo assim a necessidade de navios de superfície caros.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel