Edição nº 1126 20.06 Ver ediçõs anteriores

Roberto Justus quer gerenciar o seu dinheiro

Roberto Justus quer gerenciar o seu dinheiro

Durante décadas, Roberto Justus foi um dos homens mais respeitados no mercado publicitário. Nos últimos anos, passou a ser conhecido também como apresentador de programas como O Aprendiz e A Fazenda, ambos transmitidos pela TV Record. Agora, Justus pretende trilhar o mesmo caminho de sucesso no mercado financeiro. Ele acaba de se associar ao empresário Felipe Prata e ao gestor Luis Fonseca na Nest Asset Management. Na segunda, 11 de dezembro, eles se instalarão em um escritório de 350 metros quadrados no Berrini One, prédio de alto padrão na avenida Luis Carlos Berrini próximo da avenida dos Bandeirantes, em São Paulo. Justus já está, inclusive, trabalhando para captar recursos para os três fundos da empresa: Nest Fia, Nest Absolute Return e Nest Total Return. Além da empresa de investimentos, Justus também é sócio da rede de clínicas médicas populares Megamed.

(Nota publicada na Edição 1048 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A gente não quer só salário

Em um processo seletivo, só o salário oferecido não basta para atrair bons profissionais. Para 40% dos entrevistados pelo 8º Índice de [...]

Eurofarma olha para fora

O laboratório brasileiro Eurofarma, uma das maiores do setor na América Latina e com negócios em 20 países, vai intensificar seu [...]

Mais um rival para o Netflix

Foi no início da década de 1960 que a BKS começou a entrar nos lares brasileiros – e já naquela época, por meio da televisão. [...]

Veloe não perde tempo

A guerra do mercado de pagamento eletrônico de pedágios se acirra mais a cada dia. Ao mesmo tempo em que o banco digital C6 inicia [...]

Plano de engorda dos lucros

O mercado de produtos naturebas nunca cresceu tanto como nos últimos anos – e deve ganhar ainda mais musculatura daqui para frente. [...]
Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.