Geral

Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças

Crédito: AFP/Arquivos

O ator Robert De Niro viu seus empreendimentos perderem receita com o coronavírus (Crédito: AFP/Arquivos)

O ator Robert De Niro, que possui uma fortuna avaliada em US$ 500 milhões, disse que o coronavírus reduziu o valor de suas finanças. Ele precisou se explicar em um tribunal dos Estados Unidos, após sua ex-mulher, Grace Hightower, não aceitar a redução no limite do cartão de crédito de US$ 100 mil para US$ 50 mil.

Alguns empreendimentos do qual De Niro é sócio foram diretamente impactados pela covid-19. Os advogados do ator disseram que as franquias Nobu e Greenwich Hotel sofreram alterações substanciais nos últimos meses, com o fechamento de restaurantes e a gigantesca queda no número de reservas de hotel.

+ Após escândalo com ex-CEO, Wirecard pede falência com rombo de R$ 11 bilhões
+ Justiça britânica autoriza ator Johnny Depp a processar tabloide por difamação

O Nobu teria perdido US$ 3 milhões em abril e US$ 1,87 milhões em maio. A advogada de Robert De Niro, Caroline Krauss, alegou que o acordo pré-nupcial assinado por ele e Grace em 2004 dizia que o ator deveria pagar cerca de US$ 1 milhão por ano em pensão caso recebesse pelo menos US$ 15 milhões ou mais em um ano. Caso esse rendimento fosse menor, a pensão da ex-mulher deveria seguir proporcionalmente as finanças do ator.

Além da redução do cartão, De Niro também teria impedido Grace e as duas filhas do casal de entrarem em uma casa de verão onde o ator passa o período, segundo a Fox News. O juiz da Suprema Corte de Manhattan, Matthew Cooper, ordenou que o ator mantenha os valores do cartão e dê US$ 75 mil para que ela possa encontrar uma nova casa de verão.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?