Economia

O país que ele construiu

Negócios

Os indicadores que mostram o avanço econômico e social

Os dois mandatos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva foram uma época de forte crescimento do crédito, da produção agrícola e das telecomunicações. Outros indicadores, como saneamento básico e acesso à água tratada, melhoraram um pouco menos 

Pedras no caminho

As reformas que Dilma Rousseff precisa enfrentar para o Brasil crescer ainda mais 

O país do pleno emprego

Lula assumiu com desemprego em 11,2%, a taxa caiu pela metade e surgiram 15 milhões de vagas com carteira assinada 

Yes, nós somos globais

A estabilidade da economia ajudou o capitalismo brasileiro a ganhar o mundo. Hoje, empresas dos mais variados setores despontam entre as mais bem-sucedidas no ranking mundial 

Os cruzados do real

Cada um a seu modo, Henrique Meirelles e Guido Mantega defenderam a estabilidade e garantiram o crescimento na era Lula  

O braço-direito

Avalista de Lula quando ele ainda tinha a desconfiança do setor produtivo, o vice José Alencar foi o elo com o setor privado e a verdadeira "consciência" do governo 

O toque de Midas do petróleo

As recentes descobertas de megajazidas pela Petrobras é a garantia de desenvolvimento do País. O desafio será transformar o óleo em riqueza 

A vitória já veio. É hora de jogar

Lula trouxe para o País os dois maiores eventos esportivos do mundo. Cabe a Dilma a tarefa de transformá-los em verdadeiros gols do Brasil 

A construção do futuro

Por que a infraestrutura será a área crucial para manter o Brasil na rota do crescimento e uma das principais preocupações do governo de Dilma Rousseff 

A nova face da moeda

O real fortaleceu-se diante do dólar e do euro e refletiu a intensa atração de investimentos externos pelo Brasil nos últimos oito anos 

O enigma Dilma

A nova presidente tem o desafio de imprimir sua marca num governo com nomes já conhecidos e com bom trânsito na economia 

A classe C vai às compras

O crescimento econômico permitiu a entrada de 40 milhões de pessoas no mercado de consumo. Ávidos por adquirir produtos e serviços, esses brasileiros ajudam a movimentar a roda da economia 

Os novos bilionários

O número de brasileiros com patrimônio superior a R$ 1 bilhão mais que dobrou em menos de uma década. Saiba como eles chegaram lá e onde estão as oportunidades para quem quer entrar no seleto grupo 

Geral

Tendência

As vendas do comércio brasileiro cresceram em 2010. Mas, em 2011 o varejo deverá ter crescimento moderado 

Investimento iluminado

As restrições à mídia externa na cidade de São Paulo não desestimularam o interesse das empresas em patrocinar as decorações para o Natal e o Ano-Novo 

Moeda Forte

A China é aqui

As vendas da Coca-Cola no Brasil cresceram mais do que as da China em 2010 

Dinheiro da Redação

O tamanho do caixa

Qual o volume de dinheiro com que o novo governo vai contar para este seu primeiro ano de mandato que se inicia agora em 2011? 

Dinheiro em Ação

O brilho do varejo

Os analistas que apostaram no mercado interno em 2010 acertaram em cheio, pois as ações de empresas dedicadas ao consumo lideraram as altas da Bovespa 

Dinheiro na Semana

Um milhão de amigos consumidores

Além de cantar e compor, Roberto Carlos agora estampa o dinheiro plástico 

Investidores

Em busca do equilíbrio

A equipe econômica do próximo governo terá uma complexa equação para resolver: estimular o brasileiro a poupar mais, mas sem deixar de consumir 

Sustentabilidade

2011: o ano das florestas

As florestas ocupam 31% de todo o território terrestre, mas veem diminuindo anualmente 

Finanças

A revolução capitalista

À revelia de Brasília, o mercado de capitais brasileiro torna-se um ambiente onde investidores com apetite por risco encontram empreendedores com um histórico de sucesso ou com boas ideias 

Poder

Ponto com os militares

Dilma Rousseff disse ao comando da Aeronáutica que decidirá o vencedor do programa F-X2 só depois de ler o relatório da Força Aérea 

Artigo

O amargo brinde do protecionismo

Novo Selo de Controle Fiscal pode aumentar em até 25% o preço dos vinhos populares. Em vez de buscar proteção, os produtores deveriam incentivar o consumo 

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.