Economia

Revisão de política monetária deverá ser concluída no 2º semestre, diz BCE

O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), Philip Lane, disse nesta quarta-feira que a instituição deverá concluir a revisão de sua política monetária no segundo semestre deste ano.

A revisão teve início no começo de 2020, mas acabou sendo adiada por causa da pandemia de covid-19, explicou Lane. Posteriormente, os trabalhos foram retomados durante o verão europeu, ou seja, em meados do ano passado.

O economista-chefe do BCE disse que a instituição prevê a inflação da zona do euro próxima de 1% em 2022. Em março, o BCE projetou taxa de inflação de 1,2% para o próximo ano.

Lane, que falou nesta quarta-feira durante painel promovido pelo Fórum Oficial das Instituições Monetárias e Financeiras (OMFIF, pela sigla em inglês), afirmou também que a projeção já considerava a aceleração das campanhas de vacinação na União Europeia (UE) e a reabertura econômica da região, à medida que a pandemia de covid-19 fosse controlada.

Segundo Lane, o salto na inflação que está sendo observado este ano é uma consequência dos choques da pandemia em 2020.

Lane também reiterou que o BCE está disposto a ajustar todos os instrumentos de política monetária para atingir sua meta de inflação, que é de uma taxa ligeiramente inferior a 2%.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago