Giro

Revezamento masculino 4×100 m não alcança decisão na Olimpíada

A equipe brasileira masculina do revezamento 4×100 metros (m), formada por Rodrigo do Nascimento, Felipe Bardi, Derick Silva e Paulo André Camilo, ficou fora da final da Olimpíada de Tóquio (Japão) após terminar a 1ª bateria das eliminatórias na 5ª posição com o tempo de 38s34 (a 12ª melhor marca no geral), na madrugada desta quinta-feira (5) no Estádio Olímpico.

A liderança foi da Jamaica, com o tempo de 37s82. Na sequência vieram a Grã-Bretanha, com 38s02, e o Japão, com 38s16.

Na segunda eliminatória avançaram diretamente China e Canadá, que empataram com o tempo de 37s92, e a Itália, com 37s95. Além disso, passaram, em razão do tempo, os times da Alemanha (38s06) e de Gana (38s08).

“Corremos mal. Nosso desempenho não foi o melhor. Nas passagens acredito que tenham sido boas, tem coisas para ajustar, mas dentro do padrão do Brasil. Mas nossa corrida hoje não foi adequada. Mas saímos de cabeça erguida. A pandemia [de covid-19] nos afetou bastante”, afirmou Rodrigo Nascimento, após a prova, ao Comitê Olímpico do Brasil (COB).
 



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago