Giro

Retratos da Leitura no Brasil 5 traz análises sobre o comportamento leitor do brasileiro

Todos os dados, condensados e analisados, da mais completa pesquisa que avalia o comportamento leitor do brasileiro, estão no livro Retratos da Leitura do Brasil 5, que será lançado no dia 28 de junho, às 19 horas, pelo Instituto Pró-Livro, com um bate-papo virtual com alguns dos autores das análises do livro. A obra será publicada pela Editora Sextante e disponibilizada para download no site do IPL.



O que leva as pessoas a lerem um livro, o que efetivamente leem, quem são os incentivadores, o espaço que as edições digitais ganharam, o acesso ao livro e a importância das bibliotecas são alguns dos temas que ganham luz e detalhamento sob a ótica de diferentes abordagens, sobre os resultados da 5ª edição da Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, realizada pelo Instituto Pró-Livro, em parceria com o Itaú Cultural e aplicada pelo Ibope Inteligência, em âmbito nacional entre o final de 2019 e início de 2020. São Análises que chamam a atenção sobre os desafios que governo e sociedade têm pela frente, para a criação de uma sociedade leitora e crítica.

+ Amazon e Apple são as marcas mais valiosas do mundo, mostra pesquisa Kantar

É preciso ressaltar a importância que os livros têm na vida de cada pessoa. E a obra que está sendo lançada pode ser usada para nortear as ações voltadas à formação de leitores, à promoção da leitura e do acesso ao livro.

O Retratos da Leitura do Brasil 5 mostra um painel de diferentes interpretações sobre os resultados do estudo. A ideia é provocar uma reflexão sobre os enormes desafios, para que o atual cenário seja melhorado.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022



“Esperamos que essa ampla análise sobre os resultados da pesquisa subsidie estudos, oriente avaliações e a formulação de políticas públicas e ações do governo, sociedade civil e cadeia produtiva”, afirma Zoara Failla, coordenadora da pesquisa e organizadora do livro.

O livro conta com convidados que analisam minuciosamente o impacto das políticas públicas na última década. Eles promovem também reflexões sobre os caminhos a percorrer para que sejam registrados avanços efetivos no que se refere ao fomento e a melhoria dos indicadores de leitura.

Segundo Zoara, os autores têm diferentes abordagens e inserções na área da leitura e do acesso ao livro, mas discorrem sobre os resultados da pesquisa sob uma mesma ótica, a de que a leitura é uma ferramenta de acesso irrestrito ao conhecimento humano, à ciência, à cultura, à capacidade de crítica e de leitura do mundo, essenciais para uma sociedade democrática e plural, e de que a literatura desperta a empatia pelo outro.


Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto