Edição nº 1100 14.12 Ver ediçõs anteriores

Resposta instantânea

Carlos Netto, CEO e fundador da Matera, empresa que fornece soluções de pagamentos digitais

Resposta instantânea

Como o senhor avalia a evolução da tecnologia de meios de pagamentos digitais no Brasil?
O Brasil está atrasado em relação a outros países, principalmente à China. Talvez por conta da crise econômica. Por enquanto, o que temos por aqui são cartões de crédito digitalizados em carteiras online para pagamentos presenciais ou a distância. Até agora, a única vítima desta revolução foi o plástico.

Grandes empresas do Vale do Silício já investem neste mercado. O que as startups devem fazer para competir contra essas gigantes?
É preciso inovar, resolver um problema que ainda não tenha sido resolvido. O ideal é se aliar a um varejista ou a alguma empresa que já tenha controle de uma grande cadeia de valor. Brigar com companhias já estabelecidas é muito difícil. É preciso dar um uso criativo para as novas tecnologias e, assim, engajar novos consumidores.

Qual a grande tendência do setor para 2018?
Será um ano em que poderemos ver varejistas criando seus próprios sistemas de pagamento e contas digitais. A ideia é que eles consigam obter ganhos financeiros e, principalmente, levar ao mundo físico as melhores práticas do universo digital. Já é algo que está acontecendo no exterior. Na China, Alibaba e Tencent estão em uma enorme disputa pelos varejistas do país. As gigantes já estão apostando no pagamento móvel como o futuro do comércio.

(Nota publicada na Edição 1060 da Revista Dinheiro)


Mais posts

O homem que entregava dados

O Parlamento Britânico acusa o Facebook de ceder dados de usuários da rede social para terceiros. As informações teriam sido repassadas [...]

Carrinho cheio

(Nota publicada na Edição 1100 da Revista Dinheiro)

A amizade que vale US$ 100 milhões por ano

Sucesso nos anos 1990, a sitcom Friends não vai deixar o catálogo Netflix. Pelo menos até o fim de 2019. Segundo o jornal The New York [...]

Internet à cubana

A partir das 8h da quinta-feira 6 já era possível conectar-se à internet usando as redes móveis em Cuba. O que parece algo corriqueiro [...]

Robô no volante

A Alphabet, holding que controla o Google, está acelerando o seu projeto de carros autônomos. Nesta semana, a Waymo, uma das companhias [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.