Resistência contra a crise

Resistência contra a crise

Empresas de todos os portes, cada uma a seu modo, definem estratégias para se proteger dos impactos do coronavírus nos negócios pelos próximos dois ou três meses. No caso da Ouro Verde, uma das maiores gestoras de frotas de veículos do País, com faturamento de R$ 850 milhões no ano passado, o plano é fortalecer seus negócios em atividades relacionadas ao agronegócio, especialmente voltado a combustíveis e alimentos. “Até agora, o setor agroindustrial não parou nenhuma fábrica. Haverá impacto, evidentemente, mas as usinas de produção de etanol e açúcar, por exemplo, estão a todo vapor”, afirma Cláudio Zattar, CEO da Ouro Verde e ex-executivo de empresas como Localiza e Auto Sueco. Atualmente, 45% da receita da companhia vem do campo, e 35% do segmento de telecom, que também tem sido preservado por se classificar como serviço essencial. A carteira de clientes passa de 450 empresas. “A vocação agrícola do Brasil vai amortecer o impacto da crise na economia no interior e ajudar o País na recuperação quando a pandemia estiver mais controlada. O agronegócio será um diferencial competitivo”, diz Zattar. Apesar de ainda não ter sido diretamente afetada, a Ouro Verde adotou suas ações de prevenção. Dos 440 funcionários da sede em Curitiba, apenas 30 estão batendo ponto. Entre os cerca de 1,1 mil motoristas e empregados de atividades externas há monitoramento diário da temperatura e avaliação de sintomas relacionados à Covid-19. “Estamos confiantes de que a paralisação da economia logo vai passar, mas precisamos estar diariamente atentos a qualquer sinal de perigo.” Há sete meses, a empresa foi adquirida por R$ 500 milhões pela canadense Brookfield, uma das maiores gestoras de ativos do mundo. O grupo sediado em Toronto investiu R$ 27 bilhões no Brasil nos últimos cinco anos. Globalmente, possui mais de US$ 500 bilhões em ativos.

(Nota publicada na edição 1164 da Revista Dinheiro)


Mais posts

A contraprova da Roche

O grupo suíço Roche, um dos maiores conglomerados de medicamentos e equipamentos médicos do mundo, com receita de US$ 57 bilhões no [...]

Sol contra a crise

Para a espanhola STI Norland, uma das líderes mundiais em energia fotovoltaica, a cura para a crise na economia está na luz do sol. A empresa, que chegou no País há cinco anos, prevê faturamento R$ 1 bilhão para 2020, sendo que só no primeiro trimestre deste ano a empresa já fechou mais de R$ […]

Sem vagas para a Covid-19

A canadense Four Seasons, líder mundial em hotelaria de luxo, fez uma parceria com o Instituto Johns Hopkins Medicine para elaborar um [...]

De Araraquara para o mundo

O empresário Renato Bolzan, CEO da Invillia, empresa de tecnologia que atende fintechs popstars como C6 Bank, Pag Seguro, iFood, 99 e [...]

Streaming é cultura

O distanciamento social mudou drasticamente o comportamento das pessoas. Um levantamento da fintech Vee registrou crescimento de 303% [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.