Edição nº 1095 09.11 Ver ediçõs anteriores

Relíquias do pensamento

Relíquias do pensamento

Ideias e teorias de homens que contribuíram para desvendar alguns dos mistérios da ciência e do universo estão reunidos agora em um único local. A casa de leilão Christie’s compilou 52 itens, que vão desde escritos e teses de faculdade a objetos pessoais de nomes como Isaac Newton, Albert Einstein, Charles Darwin e Stephen Hawking. Entre os destaques, o documento intitulado “O fascínio de Newton pela alquimia” (1670), um texto em latim, de sete páginas, estimado em US$ 128,3 mil. Outra relíquia é a tese de doutorado “Propriedades dos universos em expansão” (1965) de Stephen Hawking, estimada em US$ 192,4 mil. O leilão será realizado entre os dias 31 de outubro e 8 de novembro.

(Nota publicada na Edição 1094 da Revista Dinheiro)


Mais posts

Diamante de Marilyn vai a leilão

O colar de diamantes “Lua da Baroda” tem lapidação em formato de pera e coloração amarelada nas pontas, mas o que o torna especial é o [...]

Hospede-se como um papa

A residência onde morou Gimbattista Pamphili (1574-1655), conhecido como Papa Inocêncio X, foi transformada num dos mais cobiçados [...]

Leve a lua para casa

A lua agora pode estar mais próxima de algumas mãos. Fragmentos de rocha lunar coletados pela sonda Luna 16 da União Soviética em [...]

Toca-discos para hipsters endinheirados

O décimo disco dos Beatles não teve título, mas sua capa totalmente branca rendeu um apelido que entrou para a história: The White [...]

A volta do Titanic

O dia 10 de abril de 1912 ficou marcado por uma tragédia. O Titanic, maior e mais luxuoso navio já construído, partira de Southampton, [...]
Ver mais
X

Copyright © 2018 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.