Economia

Relator rejeita novas modificações ao PL dos juros no Senado

O senador Lasier Martins (Podemos-RS) rejeitou novas alterações ao projeto que limita a cobrança de taxas de juros do cheque especial e do cartão de crédito. A proposta deve ser aprovada pelo Senado nesta quinta-feira, 6.

Após mudanças sugeridas por parlamentares, o relator emitiu um novo parecer antes da sessão do plenário, marcada para as 16 horas. A proposta é o primeiro item da pauta. O relatório mantém em 30% ao ano o limite das taxas cobrados por bancos nas duas modalidades. No caso das fintechs, o teto é maior, de 35%.

Durante a sessão, líderes de bancadas tentarão emplacar alterações por meio de votações separadas (destaques). O líder do MDB no Senado, Eduardo Braga (AM), apresentou um pedido de destaque para votar uma emenda separadamente. A sugestão alinha os juros nas duas modalidades à média das outras linhas de crédito sem garantia, colocando um teto de 60%.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?