Giro

Relatadas reações na pele após a injeção da vacina Moderna

Crédito: Reprodução/Pexels

Pesquisadores estudaram a resposta à vacinação em 30 mil pessoas. Vermelhidão, endurecimento e sensibilidade foram observados em 12 deles (Crédito: Reprodução/Pexels)

Uma carta dos médicos do Massachusetts General Hospital, nos Estados Unidos, ao New England Journal of Medice, relata reações cutâneas observadas em 12 pacientes que receberam a vacina Moderna. Os pesquisadores estudaram a resposta à vacinação em 30 mil pessoas. Vermelhidão, endurecimento e sensibilidade foram observados alguns dias após a injeção da primeira dose do produto.

Essas mudanças ocorreram “perto do local da injeção, depois que os sintomas locais e sistêmicos iniciais associados à vacinação foram completamente resolvidos”, diz a carta. Em média, a inflamação e uma erupção cutânea apareceram oito dias depois.

+ Covid-19: Moderna confirma 13 milhões de doses da vacina para o Brasil

Alguns pacientes tiveram que tomar anti-histamínicos, outros tiveram que tomar glicocorticoides e outro teve que tomar antibióticos. Em média, esses sintomas desapareceram após seis dias.

Apesar dessas reações cutâneas, os participantes do estudo concordaram em receber uma segunda dose da vacina da Moderna, após a qual três pessoas experimentaram os mesmos sintomas e três outras tiveram uma reação mais branda. Os outros seis não apresentaram nenhum sintoma.

De acordo com o New York Times, a maioria desses 12 pacientes foi vacinada em Boston, que usa as vacinas Moderna e Pfizer-BioNTech. No entanto, o efeito colateral tardio foi observado apenas nos vacinados com a vacina Moderna.

Os médicos disseram na carta que gostariam de compartilhar informações sobre o caso para ajudar a prevenir o uso desnecessário de antibióticos, acalmar as preocupações dos pacientes e tranquilizá-los de que podem receber sua segunda dose da vacina com segurança.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel