Economia

Rejeitar Brexit nos lançaria em período de incerteza e divisão, diz May


A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, advertiu para os riscos envolvidos, caso a Câmara dos Comuns deseje rejeitar a versão fechada para a saída do país da União Europeia, o chamado Brexit. Em declarações no próprio Parlamento, May afirmou que a rejeição do acordo lançaria o país num período de “incerteza e divisão”.

May admitiu que a versão fechada não é perfeita, mas argumentou que é a melhor possível, no contexto atual. Hoje, ela responde a questões dos parlamentares, vários deles com críticas à estratégia da premiê, questionando por exemplo se poderá de fato ser evitada uma fronteira “rígida” entre as Irlandas.