Ciência

Reino Unido inicia testes de aplicativo que vai rastrear coronavírus

Crédito: AFP/Arquivos

Pedestre passa por bandeiras da União Europeia e do Reino Unido, em Londres (Crédito: AFP/Arquivos)

O governo do Reino Unido lançou nesta segunda-feira (4), na Ilha de Wight, o primeiro teste de um aplicativo de rastreamento de contatos de coronavírus. Usando Bluetooth, o aplicativo vai alertar usuários que estiverem perto de alguém que tenha contraído o vírus.

A tecnologia foi desenvolvida pelo Serviço Nacional de Saúde inglês, que optou por não usar um programa feito em conjunto pela Apple e pelo Google. O aplicativo das gigantes tecnológicas deixa os dados armazenados localmente nos dispositivos, enquanto o do serviço britânico adota regras de privacidade de dados, com a criptografia deles.

+ Reino Unido deve anunciar no domingo desconfinamento progressivo
+ Apple e Google informam que usuários controlarão dados em ferramenta para covid-19
+ Itália entra em semiliberdade vigiada

Segundo a CNN, a expectativa do governo britânico é de que mais da metade da população da Ilha de Wight baixe o aplicativo. Se o teste for bem sucedido, todo o país terá acesso ao programa até o final deste mês.

O aplicativo já coleciona críticas, dado que o armazenamento em nuvem pode gerar sobrecarga dos servidores, além de estarem expostos a ataques hacker. Especialistas observam que o modelo adotado pelo Google com a Apple tende a ser mais seguro e mais rápido de obter dados pelo governo, facilitando no controle contra uma nova onda do coronavírus.

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança