Giro

Reino Unido doa notebooks com vírus para estudantes de baixa renda

Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O malware Gamarue libera aos hackers informações digitadas, a possibilidade de redirecionamento de tráfego nos computadores e roubo de dados de navegadores (Crédito: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)

O governo do Reino Unido está empenhado em ajudar a população britânica neste período de pandemia, principalmente os de baixa renda. Pensando nisso, deu início a um programa de auxílio a estudantes de baixa renda, distribuindo notebooks para acesso ao ensino a distância e liberando acesso gratuito à internet.

Apesar da boa iniciativa, os notebooks doados pelo Departamento de Educação estavam infectados por um malware chamado Gamarue, conhecido por ser usado por hackers russos e do leste europeu. Ele concede acesso aos dispositivos por meio de um plugin do TeamViewer, liberando aos hackers informações digitadas, a possibilidade de redirecionamento de tráfego nos computadores e roubo de dados de navegadores.

+ BTG Pactual abre vagas de emprego para recém-formados
+ Em reunião, Bolsonaro trata de ‘assuntos de interesse de bares e restaurantes’

Além disso, esses criminosos também conseguiam modificar as configurações dos dispositivos e obter dados pessoais e documentos, segundo o Bleeping Computer.



Quem descobriu os malwares foram professores da plataforma de ensino digital Bradford Schools. Eles observaram o erro enquanto preparavam a distribuição desses notebooks.

Estima-se que até o momento mais de 800 mil notebooks e tablets foram distribuídos para escolas e instituições de ensino, mas há uma chance de nenhum deles ter sido atacado ainda.

O governo britânico disse que o número de computadores infectados é pequeno e que está entrando em contato com os estudantes que tiveram os notebooks infectados.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel