Edição nº 1142 14.10 Ver ediçõs anteriores

Reforma de pneus para um mundo em equilíbrio

Reforma de pneus para um mundo em equilíbrio

O pneu é um dos grandes vilões do meio ambiente. Estima-se que sua decomposição na natureza demore, ao menos, 600 anos. A opção encontrada pela empresa gaúcha Vipal Borrachas é a reforma do produto, o que garante mais tempo de vida útil e economiza o uso de petróleo, sua matéria-prima. “Um pneu reformado custa em média 30% do valor de um pneu novo e garante um desempenho igual ou até melhor”, opina Guilherme Rizotto, diretor comercial da Vipal. “Isso acontece porque o volume de carga empregado no processo para a reforma do produto é muito maior do que o colocado num pneu novo.” Segundo dados da Associação Brasileira do Segmento de Reforma de Pneus (ABR), há um volume de 8,8 milhões de pneus reformados circulando pelo País, o que o coloca como o segundo maior mercado no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos. O meio ambiente agradece.

(Nota publicada na Edição 1132 da Revista Dinheiro)


Mais posts

O impacto do vazamento de petróleo no nordeste

Depois de semanas em que o mundo se acostumou a ler notícias sobre as queimadas na Amazônia, a bola da vez é o mar brasileiro. Desde o [...]

Dias melhores na Kellogg

Para ajudar a combater a fome no País, a subsidiária brasileira da Kellogg doou, de janeiro a junho, 36,4 toneladas de alimentos para [...]

A jornada sustentável para marcas e clientes

Uma pesquisa realizada em parceria entre a Perception e a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e [...]

A aposta ecológica da Tramontina

A marca centenária Tramontina resolveu expandir seus horizontes. Por meio de uma parceria com a Braskem, a empresa está colocando no [...]

O Brasil cada vez mais longe da meta

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tem reiterado que o Brasil está avançando a passos largos para cumprir suas metas em [...]
Ver mais