Economia

Reforma da Previdência mudará legislação trabalhista para jovens

A ideia de Guedes é criar duas legislações paralelas: um será a atual, com diversas garantias e encargos, enquanto a outra será mais flexível

Reforma da Previdência mudará legislação trabalhista para jovens

Em jantar promovido pelo portal Poder 360 ontem, em Brasília, o ministro da Economia, Paulo Guedes, forneceu mais alguns detalhes sobre o projeto de Reforma da Previdência, em especial para as mudanças na legislação trabalhista. Segundo ele, o projeto trará um modelo mais flexível de regras trabalhistas visando a maior inserção do público jovem no mercado de trabalho.

A ideia de Guedes é criar duas legislações paralelas: um será a atual, com diversas garantias e encargos, enquanto a outra será mais flexível. “O jovem terá o direito de escolher. Porta da esquerda: carta del lavoro, justiça trabalhista, sindicato, você tem proteção, você tem tudo, as empresas têm que pagar, mas quase não tem emprego. É o sistema atual. Porta da direita: o novo regime trabalhista e previdenciário não tem nada disso. Se seu patrão fizer alguma besteira com você e te tratar mal, vai para a Justiça comum, é privado, privado, privado” explicou o ministro durante o jantar.

A sugestão de mudança estará na proposta da Reforma da Previdência e, de acordo com Guedes, será um instrumento para fazer com que empresas contratem mais jovens. Segundo ele, a medida fará com que o Brasil vá contra a tendência mundial de desemprego de jovens. “Aqui vai ter 100% dos jovens empregados”, disse Guedes ao falar dos efeitos da proposta.

Eles também falou sobre o novo sistema de capitalização para a aposentadoria, em que o trabalhador poderá sacar parte do dinheiro acumulado em casos de desemprego ou necessidades médicas. Os contribuintes também poderão escolher a instituição que cuidará de se dinheiro. O ministro disse também que irá manter um programa de assistência social para garantir uma renda mínima aos trabalhadores que não conseguiram juntar renda suficiente para se manter.