Farol DINHEIRO

Rede Globo vai gerar sua própria energia

Crédito: Scharlene Guedes/Governo de Pernambuco

A EDP, uma das maiores empresas globais do setor elétrico, desenvolveu uma usina solar no modelo de autoprodução para atender os novos estúdios inaugurados pela Globo no Rio de Janeiro. Em uma área de 4.500 metros quadrados, mais de 2 mil painéis fotovoltaicos foram instalados sobre o chamado Módulo de Gravação 4. A planta tem uma potência instalada de 766 kWp e será capaz de gerar 1.055 MWh/ano, o suficiente para abastecer mensalmente cerca de 350 residências, com o consumo médio de 250kWh/mês. A usina está conectada à subestação de energia pertencente à Globo e interligada na concessionária de energia local. “O Brasil está iniciando um processo de transição energética, em que as fontes renováveis de energia produzida de forma descentralizada estão ganhando cada vez maior importância na matriz nacional. A EDP está na linha da frente dessa transição oferecendo aos seus clientes soluções de energia solar. É com muita satisfação que fizemos esta parceria com o Grupo Globo para colocarmos a produção de audiovisual nacional na liderança de utilização de energia limpa”, afirma Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil.